Direitos LGBTI+ e uniões homoafetivas

Na semana do orgulho gay, compartilho aqui artigo do meu livro “Sem Data Venia” sobre o direito que toda pessoa tem ao reconhecimento e a ser tratada com respeito e consideração, independentemente de sua orientação sexual. Como digo no texto, ser gay não é uma escolha livre, mas um fato da vida. Discriminar uma pessoa por essa razão é o mesmo que discriminar alguém por ser negro, judeu, mulher ou latino-americano. Vale dizer: não há cientificidade nem racionalidade. É só uma derrota do espírito.

Direitos LGBTI+

Previous Article