A vida boa

Fui convidado para ser patrono da formatura das turmas da noite do curso de Direito do UniCeub (Centro Universitário de Brasília). Não sou professor na instituição e, por isso, o convite foi uma surpresa e uma honra. Numa belíssima cerimônia, falei sobre “A vida boa”. Minha apresentação foi sem leitura, mas fundada em um texto base que havia preparado especialmente. O Migalhas também o publicou. Ambas as versões vão abaixo. A diferença é que a minha traz algumas notas de rodapé, com o crédito e a fonte de algumas passagens.

A vida boa – Migalhas